Paris em 6 dias, na França

A capital francesa não perde o posto de ser a mais linda cidade europeia. Paris é a eterna Cidade Luz e você não pode perder uma oportunidade de pisar nas famosas ruas francesas, com seu charme e história.

São tantas atrações que é difícil montar um programa em poucos dias, mas como nem sempre temos todo o tempo suficiente, separe ao menos 6 dias para permanecer na Cidade Luz.

Veja esse Roteiro de 6 dias em Paris e apaixone-se pela cidade. Aproveite para pesquisar preços e reservar seu hotel em Paris antes de viajar!

Uma forma de organizar seus passeios é dividi-lo por bairros. Vamos lá?

Dia 1 – Sacré-Coeur e Montmartre

Montmartre se transformou no point de artistas, poetas e escritores no fim do século 19, até hoje carrega essa atmosfera de arte. Caminhe pela praça Place tu Tertre, lá você encontra inúmeros cafés, restaurantes e artistas desenhando caricaturas e pintando quadros ao vivo.

No topo fica a Basílica Sacré-Coeur, um exemplo da arte romana-bizantina, sua construção teve início em 1870. Reserve pelo menos 2 horas para visitar a parte interna e fotografar a área ao redor.

Ao lado você encontra a igreja St-Pierre de Montmartre e há alguns metros conheça Au Lapin Agile, local boêmio francês com apresentação de músicos com repertório cheio de chansons. Você pode descer pelo funicular, situado próximo as escadarias de Sacré-Coeur. Siga em direção a zona de Pigalle, lá você testemunha o famoso cabaré Moulin Rouge, construído em 1885, símbolo da Belle Époque.

Museu de Louvre: dispensa comentários, um dos maiores acervos de arte do mundo. Muitos começam o dia aqui, mas o funcionamento é das 9h até às 18h, então garanta sua entrada e reserve no mínimo de 2 a 3 horas de sua tarde para passar aqui. Informações: www.louvre.fr

Roteiro de Paris em 6 dias, na França 2

Dia 2 – Ile de la Cité e Ile St-Louis

Aqui você está no coração de Paris, onde o rio Sena embeleza a paisagem. Destaque para a catedral de Notre Dame e a Sainte-Chapelle.

Notre Dame é um dos símbolos de Paris e não tem como não se apaixonar por essa obra de arte da arquitetura gótica. Sua construção teve início em 1163 e foi terminada em 1330.

Não é à toa que turistas fazem filas para conhecer a parte interna e a cúpula. Sua torre também é aberta ao público e de lá tem-se uma vista estonteante de Paris, você verá de perto as famosas gárgulas que ganharam vida na obra de Victor Hugo.

A poucas quadras na mesma ilha, encontra-se a Sainte-Chapelle, de tão bela foi nomeada como o “caminho para o paraíso”. Erguida em 1248 a pedido de Luis IX. Veja os conjuntos de vitrais emoldurados.

Em seguida, atravesse a Ponte de Notre Dame e chegue até o Hotel de Ville. Um prédio que tem uma relação íntima com a história de Paris e vários fatos históricos. Desde 1357 é onde funciona a sede municipal da cidade.

Ainda no Dia 2 – Bairro Latino

Turista que se preza não se cansa fácil, Paris tem muito o que ver e é melhor aproveitar! O Bairro Latino fica do outro lado ao sul da Ilé de La Cité, é uma ótima opção para encontrar um restaurante, almoçar e depois de um descanso continuar o passeio.

Aqui há estreitas ruas com pequenos e aconchegantes restaurantes, não só da cozinha francesa mas internacional, é um bairro com um ar estudantil pelo fato dos Liceus Henry IV e Louis le Grand se localizarem aqui, além da Universidade de Sorbone. Destaque para a Capela Santa Ethiene e StSeverin, além, é claro, do Panthéon.

Hoje é local de visita principalmente pelas 70 figuras célebres da história francesa que estão enterradas na cripta. Para citar algumas: Alexandre Dumas, Jean Monnet, Victor Hugo, Louis Braille, Marie Curie, René Descartes, Émile Zola, Jean-Jacques Rousseau…

Panthéon, ou Panteão em português, é um monumento parisiense situado no Monte de Santa Genoveva, no bairro latino. A construção foi iniciada em 1764, a pedido de Louis XV para agradecer sua recuperação à Santa Genoveva.

Dia 3 – Torre Eiffel + Chailot e Invalides

Comece o dia indo para a Torre Eiffel, a mais famosa de Paris! A fila certamente será grande, por isso inicie o dia com esta visita, o horário de visitação é das 9h30 às 23h, e durante o verão, 9h00 até meia-noite. Se você quiser economizar tempo, compre sua entrada online, acesse o site: toureiffel.paris/.

Durante à noite, além de ganhar uma iluminação especial, a cada hora cheia a Torre Eiffel pisca e brilha durante alguns minutos, não perca de ver de perto toda essa beleza!

Não deixe de voltar à noite em algum dos dias de sua estadia só para observar a beleza da torre iluminada, muitas pessoas fazem piqueniques ao pé da torre, no espaço onde há um grande gramado, chamado de Champ de Mars.

Ainda no Bairro Invalides você terá muito o que ver, Hôtel Invalides, na verdade um conjunto de monumentos parisienses, erguido em 1670 para abrigar os inválidos dos exércitos de Luis XIV, inclui a Cúpula (onde está o corpo de Napoleão), a Catedral de Saint-Louis-des-Invalides, o Panteão Militar, o Museu dos Invalides e os túmulos.

Do outro lado do rio Sena, em frente à Torre fica o Chailot, é o local onde está o Trocadéro, ótimo ponto para fotos e para apreciar ao longe a Torre que se destaca na paisagem. Veja o Palácio de Chailot, os jardins e as fontes do Trocadéro.

Dia 4 – Bairro de Luxembourg

Manhã – É neste bairro que estão os belíssimos Jardim e Palácio de Luxembourg. Abertos ao público desde meados do século XIX, é o endereço certo para passar uma tarde inteira, entre jardins, lagos e fontes; no Palácio, funciona atualmente o Senado Francês. O lago no centro do jardim é um capítulo à parte, transfere uma beleza ao ambiente, crianças brincam com barquinhos coloridos, eles podem ser alugados no local. Observe também as fontanas Médicis e de l’Observatoire.

Tarde – Depois da parada do almoço, você pode incluir mais um bairro na sua lista. Que tal ver a Ópera de Paris? O Prédio Ópera Nacional Garnier de Paris. Um exemplo da opulência do 2º Império, foi construída em 1875. Nas proximidades você caminha pelo Boulevard des Capucines, e em frente à Praça da Ópera, o Café de la Paix.

Ainda no Bairro de Luxembourg há três igrejas: St-Suplice, St– Joseph-desCarmes e Val-de-Grâce.

Saindo de lá, você pode estender seu dia até Montparnasse. O grande destaque é o cemitério onde estão os corpos de grandes figuras da música, literatura, cinema e artes. Só para citar alguns: Baudelaire, Sartre e Simone de Beauvoir. Não confundir com o cemitério Du Pere Lachaise, este também vale uma visita, estão enterrados Piaf, Jim Morrison, Proust, Oscar Wilde…

Roteiro de Paris em 6 dias, na França 3

Dia 5 – Champs-Elysées

O emblemático bairro, onde há duas das avenidas principais Avenue des Champs-Elysée e St- Honoré. As calçadas são cheias de mesinhas dos tradicionais cafés.

O monumento de destaque é o Arco do Triunfo. Seguindo a Champs depois de algumas quadras estão os Grand e Petit Palais, além do Palais de la Découverte.

Você pode chegar até aqui de metrô, ao lado do Arco está a estação Charles de Gaulle, siga até a Champs-Elysée Clememceau.

Atravesse a ponte mais bela da cidade a Ponte Alexandre III.

Dia 6 – Versailles

Há quem não perca a chance de ir até Versailles ou de deixar o último dia livre para passear pela cidade, fazer compras ou voltar para algum ponto mais admirado. Depende de cada um.

Quem decide ir até Versailles deve planejar cedo o dia para dar tempo de ver tudo, ou pelo menos os pontos mais importantes. Com seus próprios olhos você irá testemunhar a atmosfera do Rei do Sol. Louis XIV construiu o maior palácio da Europa na época, comportava 20 mil convidados de uma só vez.

Naquele tempo era uma área rural, hoje faz parte da periferia de Paris. O palácio fica cercado por um jardim que se perde de vista e um belíssimo canal, local de muitas festas de barcos promovidas pelo Rei na época.

Através do Portal Principal, você é levado à gigantesca área. Destaque para o Pátio de Mármore, L’Opéra, Capela Royal.

Visitando a parte interna do Palácio há vários cômodos para ver, o Quarto da rainha, a Biblioteca de Luís XVII, o Salão de Guerra, Salão d’Apollon, e o que provoca mais suspiros: Galeria dos Espelhos.

Após a visita interna, se perca no jardim e descubra as fontes, esculturas, as colunatas, observe ao lado direito a beleza da Fontana de Netuno, etc. Chegue até o Petit e Grand Trianon, o primeiro era o favorito de Maria Antonieta e o Grand foi construído a mando de Louis XIV para escapar das formalidades da corte e usufruir da companhia da Madame de Maintenon. Site oficial: http://www.chateauversailles.fr/homepage

Gostou do roteiro? Agora é hora de pesquisar os melhores preços de hotéis em Paris e usar o Facilitador de Viagem para deixar tudo reservado e pago antes de ir a França.

Este Roteiro de 6 dias em Paris faz parte do ebook Como se preparar para sua viagem internacional, que é um guia completíssimo sobre tudo o que diz respeito a uma viagem para o exterior, produzido e cedido a nós pelo site Seguro Viagem.

4 comentários sobre “Paris em 6 dias, na França

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *